Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

No Sítio do Costume

No Sítio do Costume

Jogo

 

 

Joguei o jogo do amor várias vezes. Parti alguns corações e deixei que me partissem o meu. Era divertido. Brincar ao gato e ao rato, fugir para que corressem atrás mas deixando sempre que me apanhassem. Cairmos nos braços um do outro e deixarmos ser consumidos pelo amor como se não houvesse amanhã. Lembras-te daquele dia em que pegamos no carro e fomos ao cais? Era inicio de Primavera e ainda não fazia calor, mas eu insisti que tinhamos de ir apanhar sol. Foste na minha conversa e lá fomos nós vestidos à Verão! Choveu tanto que, no dia seguinte, estavamos ambos doentes. Discutiamos e riamos enquanto corriamos pela chuva. Assim eram as nossas discussões. Sempre pensei que neste jogo que andavávamos a jogar serias tu o perdedor. Afinal sou eu que ainda choro por ti.

dauther youth.jpg

 

 

Game of Thones!!!

Opah opah! Voces já viram isto? 

 

 Eu vi e arrependi-me! 

Gosto do suspense de não saber o que vou ver e evito ao máximo ver trailer, quer seja de filmes quer seja de séries. Mesmo tendo lido os livros, e sabendo mais ou menos o que vai acontecer, a série tem sido uma surpressa. A 5ª temporada terminou mais ou menos no mesmo ponto em que os livros terminam e tem sido com grande expectativa que tenho esperado pela nova temporada. Mas hoje não consegui evitar e lá vi o trailer. E estou arrependida porque a expectatica aumentou 200%. Já tenho mil e uma perguntas a acrescentar àquelas que tinha no final da última temporada e ainda falta cerca de mês e meio para sair o primeiro episódio. Passa tempo, passa! 

(Ai! Eu e estes meus pequenos grandes desesperos xD )

...

Caminhavamos por aquela rua como se tinha tornado hábito nas últimas semanas. Mas isso não me assustou. Estávamos juntos a pouco tempo e o facto de já termos coisas rotineiras não me incomodou. Aquela sensação de estarmos a percorrer as mesmas ruas para irmos aos mesmos sítios fazia-me sentir segura desta relação ainda tão bébe. As borboletas ainda continuavam a mexer mas também já sabia que não ias a lado nenhum, não me ias deixar. Se fosse para partir, partirias comigo. E foi enquanto caminhavamos naquela calçada que, sem olhares para mim, disseste "Amo-te".

Eu acreditei.

Mesa de Cabeceira

Mensagens

Em destaque no SAPO Blogs
pub